Categoria B + E
A categoria B+E abrange um conjunto de veículos – ligeiro mais reboque – cujos pesos excedem os previstos para a categoria B (ligeiros).

Para quem já está habilitado a conduzir um automóvel ligeiro e pretenda atrelar qualquer tipo de reboque, é necessário ter, indicado no certificado de matrícula (isto é, no antigo livrete) o valor do peso bruto rebocável.

Para requerer este averbamento, deve apresentar no IMTT o documento do veículo, identificação pessoal (cópia) e modelo 9 (do IMTT) devidamente preenchido.

Por isso, recomendamos que confirme se o documento do seu veículo já tem a menção do peso bruto rebocável, ou se é necessário solicitar o respectivo averbamento.

Quanto às aulas práticas de condução (B+E), não é obrigatório serem realizadas em escola de condução, nem tão pouco existe um número mínimo de aulas obrigatórias. Como tal, é suficiente dirigir-se ao IMTT e requerer a marcação do exame prático de condução – prova das aptidões e do comportamento.

No entanto pode, se assim o desejar, fazer a marcação de algumas aulas práticas em qualquer das nossas escolas de condução, mediante o respectivo pagamento ou pode, simplesmente, reservar o reboque para o dia em que vai efectuar exame prático.
Algumas das exigências mínimas para a realização do exame prático são…

Demonstrar conhecimento e proceder à verificação:

- Do mecanismo de acoplamento, sistema de travagem e ligações eléctricas;

- Dos factores de segurança relativos às operações de carga do veículo: carroçaria, chapas, portas do compartimento de carga, travamento da cabina, processo de carregamento e amarração da carga;

- Na prova dedicada à avaliação em circulação urbana e não urbana, o candidato deve:

- Arrancar após estacionamento;

- Circular em vias de alinhamento rectilíneo e curvilíneo, com cruzamento de veículos;

- Circular por rotundas, passagens para peões e subidas e descidas de inclinação acentuada, com pelo menos, 8% de inclinação;

- Abordar e atravessar cruzamentos e entroncamentos;

- Executar mudança de direcção, pré-selecção de vias, mudança e condução em pluralidade de vias de trânsito;

- Realizar uma condução económica e ecológica, tendo em conta as rotações por minuto e a utilização correcta da caixa de velocidades, entre outros cuidados;

- Tomar as precauções necessárias ao sair do veículo.

- Não podemos esquecer que conduzir um veículo com reboque requer, da parte do seu condutor, alguns cuidados e atenções especiais, como por exemplo, verificar o sistema de engate, o seguro, as luzes do reboque (luz de presença, piscas, luz de chapa de matrícula, reflectores triangulares vermelhos à retaguarda, e brancos não triangulares à frente), entre outros.

- Os reboques cujo peso bruto seja igual ou inferior a 300 kg devem possuir à retaguarda chapa de matrícula igual à do veículo ligeiro. Caso exceda os 300 kg, devem possuir Certificado de Matrícula e, portanto, têm matrícula própria para os reboques.

- Por último, recomendamos que tenha uma atenção especial durante a realização de manobras (especialmente na marcha-atrás) devido às novas dimensões que o seu veículo adquire ao lhe ser acoplado um reboque, e à pouca visibilidade do agora conjunto de veículos.


Boa viagem!
Legislação de consulta: Despacho nº 17692/05; Decreto-Lei nº 44/05; Decreto-Lei nº 45/05; Decreto-Lei nº 54/05; Portaria nº 536/05;
 
   
Segurança Máxima Escolas de Condução

copyrigth segurança máxima escolas de condução 2012© - Desenvolvido por